Newsletter

Cadastre-se e receba nossas novidades.

Ao se inscrever na nossa Newsletter, você consente com o armazenamento dos seus dados pessoais por nós, para que possamos futuramente lhe encaminhar informações que possam ser do seu interesse. Seus dados não serão divididos com outras empresas.

PGFN estabelece “transação excepcional” para negociação de dívidas

Pesquisa
Categorias
Compartilhe esta publicação

19 de junho de 2020

Por

Por meio da Portaria PGFN Nº 14.402, de 16 de junho de 2020, a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional estabeleceu condições para “transação excepcional” na cobrança da dívida ativa da União, em função dos efeitos econômicos da pandemia causada pelo coronavírus (COVID-19).

Trata-se de modalidade de transação que possibilita ao contribuinte pagar os débitos até o valor máximo de R$ 150.000.000,00 (cento e cinquenta milhões) com diversos benefícios, tais como entrada reduzida, descontos nas multas, juros e encargos, além de prazos diferenciados.

A adesão deverá ser formalizada através do Portal REGULARIZE (www.regularize.pgfn.gov.br), no período de 1º de julho a 29 de dezembro de 2020.

A “transação excepcional” é direcionada para os contribuintes impactados pela crise econômica causada pelo coronavírus, motivo pelo qual serão verificadas a situação econômica e capacidade de pagamento do interessado antes do deferimento do acordo.

Não se incluem nessa transação os débitos de Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), Simples Nacional e as multas de natureza criminal.

Para maiores informações contatar Allan Moraes  (a.moraes@smabr.com), Angela Patricia Ferreira Andreoli (a.andreoli@smabr.com) ou Bruna Talita Reis de Almeida (b.almeida@smabr.com) da nossa equipe de consultoria Tributária.

Pesquisa
Categorias
Compartilhe esta publicação